Seis alunos do Imes são aprovados no exame da OAB, além de cinco ex-alunos

O curso de Direito do Imes comemorou, na última semana, a aprovação de seis alunos do curso de Direito no último exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Flavio Piva Cordioli, Jessica dos Santos Anastácio, Jeferson Dione de Freitas, Leandro Rodrigues Patrício da Silva, Rafael Antonio Iori Ferreira e Vânia Lúcia Corradi Carvalho ainda não concluíram os estudos de graduação e já obtiveram o mérito na prova tão sonhada dos futuros advogados.
Além dos seis estudantes, outros cinco ex-alunos do Imes também foram aprovados no último exame da OAB. São eles: Christie Ferreira Cândido, Ednaldo Tadeu Dorte Carvalho, Julio de Faris Guedes Pinto, Marcel Felipe de Lucena e Thais Aparecida Bruneli.
A diretora do Imes Catanduva, professora Maria Lúcia Miranda Chiliga, exaltou o resultado e afirmou a integridade e competência do curso de Direito. “Estou muito feliz com a aprovação de seis alunos do 5º ano de Direito, além dos outros cinco graduados na nossa instituição. Tudo graças ao empenho de cada um deles, aliado ao profissionalismo dos nossos docentes, sempre aptos em ensinar o melhor e desenvolver as competências dos jovens, que em breve poderão exercer a profissão que tanto almejaram”.
O presidente da Subseção de Catanduva da OAB, Dr. Marco César Gussoni, afirmou a seriedade do Imes quanto à formação dos alunos no curso de Direito, bem como a importância da obtenção do registro na OAB. “É com satisfação que a Subseção de Catanduva da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo, recebeu a notícia de que 11 alunos e ex-alunos de Direito do Imes foram aprovados no Exame de Ordem, o que representa uma enorme conquista não só para esses futuros advogados, mas também para o curso de Direito do Imes, que desponta no cenário nacional entre os grandes institutos de ensino jurídico. Não é de hoje que acompanhamos o trabalho de excelência desenvolvido pelo curso de Direito do Imes, disponibilizando professores com qualificação adequada ao ensino jurídico, biblioteca atualizada, enfim, toda estrutura necessária para a formação de profissionais capacitados. Por fim, o exame de Ordem é uma garantia para a cidadania, assegurando que apenas bacharéis em Direito tecnicamente preparados possam exercer a advocacia, profissão indispensável à administração da Justiça e à preservação do Estado de Direito”, finalizou.

imes-copia-04022013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s